Por que a sua empresa precisa de um site?

O site é o principal canal de uma estratégia de Marketing Digital, portanto, a sua empresa precisa de um se o objetivo for fazer negócios na internet.

Afinal, ainda que ela esteja presente em outros meios – como blogs, redes sociais, vídeos, entre outros – todos eles conduzem o público a um canal no momento em que as pessoas querem saber mais sobre o seu produto ou serviço antes de comprar: o site.

Como é feito um site?

Um site é composto basicamente de: domínio para atribuir o endereço dele, servidor para armazenar todos os seus arquivos e CMS para gerir sua produção de conteúdos.

O que é um site?

Um site é o conjunto de páginas ordenadas num servidor de internet
cujo acesso ocorre a partir de um domínio. Assim como uma casa contém
móveis como sofá, armário, mesa, cama, um site é constituído por páginas
que têm textos, imagens, gráficos, vídeos e outras formas de mídia.

Para que serve um site?

Um site pode ter vários objetivos que variam desde visibilidade online até vendas. No caso de empresas, ele pode ser usado com essas duas finalidades: tanto para fazer o alcance na internet ser maior a ponto de deixar a marca mais forte e, assim, aumentar as chances de

É possível criar um site sozinho?

Sim, você consegue criar um site sozinho, desde que conte com a ajuda de quem forneça as ferramentas certas para isso.

Geralmente, as empresas contratam um programador para fazer o desenvolvimento do site tanto a nível funcional quanto de design. Porém, ao usar ferramentas como o Stage, é possível desenvolver um site profissional com foco em resultados em poucos cliques. Mais adiante explicaremos os passos de como fazer isso.

previous arrow
next arrow
Slider
Por que a sua empresa precisa de um site?
O site é o principal canal de uma estratégia de Marketing Digital, portanto, a sua empresa precisa de um se o objetivo for fazer negócios na internet. Afinal, ainda que ela esteja presente em outros meios – como blogs, redes sociais, vídeos, entre outros – todos eles conduzem o público a um canal no momento em que as pessoas querem saber mais sobre o seu produto ou serviço antes de comprar: o site.
Como é feito um site?
Um site é composto basicamente de: domínio para atribuir o endereço dele, servidor para armazenar todos os seus arquivos e CMS para gerir sua produção de conteúdos.
O que é um site?
Um site é o conjunto de páginas ordenadas num servidor de internet cujo acesso ocorre a partir de um domínio. Assim como uma casa contém móveis como sofá, armário, mesa, cama, um site é constituído por páginas que têm textos, imagens, gráficos, vídeos e outras formas de mídia.
Para que serve um site?
Um site pode ter vários objetivos que variam desde visibilidade online até vendas. No caso de empresas, ele pode ser usado com essas duas finalidades: tanto para fazer o alcance na internet ser maior a ponto de deixar a marca mais forte e, assim, aumentar as chances de
É possível criar um site sozinho?
Geralmente, as empresas contratam um programador para fazer o desenvolvimento do site tanto a nível funcional quanto de design. Porém, ao usar ferramentas como o Stage, é possível desenvolver um site profissional com foco em resultados em poucos cliques. Mais adiante explicaremos os passos de como fazer isso.
Previous
Next

Mas, na prática, quais são as diferenças e características dos variados tipos de site existentes? Detalhamos cada um deles para que você saiba porque deve usá-los em seu plano de Marketing!

Um site institucional serve como o cartão de visita de uma empresa, marca ou produto dentro do ambiente digital. A ideia é reunir todas as informações mais relevantes sobre o negócio, sempre de forma rápida e objetiva. O layout deve priorizar esses detalhes, sempre priorizando um visual limpo. Esse formato deve reunir também os canais de contato para que o visitante escolha a melhor forma de se comunicar.

O e-commerce é uma loja virtual, ou seja, um site que tem como principal objetivo vender produtos e/ou serviços. Nas páginas, o usuário vai encontrar o que faz parte do portfólio de uma empresa, assim como os valores e detalhes sobre cada um dos itens. Além disso, é preciso criar uma página de pagamento, em que o usuário vai poder finalizar a compra do que colocou em seu carrinho.

Já um site dinâmico se trata de uma opção avançada de um site institucional. Os princípios seguem os mesmos: reunir as informações mais relevantes de forma prática e eficiente. A diferença? A partir de recursos de programação avançada, a página vai ser mais funcional, proporcionando uma experiência completa para os usuários.

 

As redes sociais são páginas em que uma marca pode se relacionar com a sua audiência e elas estão em constante atualização. Por isso, é preciso pensar em publicações frequentes e com conteúdos relevantes para aumentar o engajamento e a interação com os usuários. Atualmente, são canais essenciais para que uma marca tenha relevância no ambiente online, como Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

O One Page é um formato de site que, como a tradução indica, apresenta todo o conteúdo em uma única página. Assim, o usuário não precisa navegar por diferentes abas e categorias: encontra tudo apenas ao fazer o scroll down da página. É o formato ideal para quem busca facilitar a experiência do usuário e colocar todas as informações de maneira dinâmica e prática.

As landing pages são páginas externas do site principal e utilizadas com o foco maior em conversão. Dentro de uma estratégia de Marketing de Conteúdo, um e-book pode ser disponibilizado dentro desse site. A ideia é que o visitante preencha as suas informações e, em troca, receba o conteúdo de qualidade, relevante e gratuito. Uma landing page, portanto, deve ter um CTA claro para que o usuário seja guiado até a conversão.

Os hotsites têm uma proposta parecida com a de uma landing page, com a diferença de que são mais utilizados de forma sazonal. Um e-commerce com uma oferta exclusiva para a Black Friday, por exemplo, pode criar um hotsite para dar maior destaque para a campanha. Se trata de uma página mais simples, com detalhes mais pontuais em destaque.

 

Quais são os tipos de site que existem?

Mas, na prática, quais são as diferenças e características dos variados tipos de site existentes? Detalhamos cada um deles para que você saiba porque deve usá-los em seu plano de Marketing!


Site institucional

Um site institucional serve como o cartão de visita de uma empresa, marca ou produto dentro do ambiente digital. A ideia é reunir todas as informações mais relevantes sobre o negócio, sempre de forma rápida e objetiva. O layout deve priorizar esses detalhes, sempre priorizando um visual limpo. Esse formato deve reunir também os canais de contato para que o visitante escolha a melhor forma de se comunicar.

E-commerce

O e-commerce é uma loja virtual, ou seja, um site que tem como principal objetivo vender produtos e/ou serviços. Nas páginas, o usuário vai encontrar o que faz parte do portfólio de uma empresa, assim como os valores e detalhes sobre cada um dos itens. Além disso, é preciso criar uma página de pagamento, em que o usuário vai poder finalizar a compra do que colocou em seu carrinho.

Site dinâmico

Já um site dinâmico se trata de uma opção avançada de um site institucional. Os princípios seguem os mesmos: reunir as informações mais relevantes de forma prática e eficiente. A diferença? A partir de recursos de programação avançada, a página vai ser mais funcional, proporcionando uma experiência completa para os usuários.

Redes sociais

As redes sociais são páginas em que uma marca pode se relacionar com a sua audiência e elas estão em constante atualização. Por isso, é preciso pensar em publicações frequentes e com conteúdos relevantes para aumentar o engajamento e a interação com os usuários. Atualmente, são canais essenciais para que uma marca tenha relevância no ambiente online, como Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

One Page

O One Page é um formato de site que, como a tradução indica, apresenta todo o conteúdo em uma única página. Assim, o usuário não precisa navegar por diferentes abas e categorias: encontra tudo apenas ao fazer o scroll down da página. É o formato ideal para quem busca facilitar a experiência do usuário e colocar todas as informações de maneira dinâmica e prática.

Landing Page

As landing pages são páginas externas do site principal e utilizadas com o foco maior em conversão. Dentro de uma estratégia de Marketing de Conteúdo, um e-book pode ser disponibilizado dentro desse site. A ideia é que o visitante preencha as suas informações e, em troca, receba o conteúdo de qualidade, relevante e gratuito. Uma landing page, portanto, deve ter um CTA claro para que o usuário seja guiado até a conversão.

Hotsite

Os hotsites têm uma proposta parecida com a de uma landing page, com a diferença de que são mais utilizados de forma sazonal. Um e-commerce com uma oferta exclusiva para a Black Friday, por exemplo, pode criar um hotsite para dar maior destaque para a campanha. Se trata de uma página mais simples, com detalhes mais pontuais em destaque.